" "

 

Estratégias curatoriais e aportes teóricos em português.

O canal português é um espaço experimental aberto a proposições de estratégias curatoriais para articular o já exposto sobre novo viés. Oferece  outra modalidade de publicação entrelaçando diversas mídias e textos, publicados como exposições no JAR, reflexões e resenhas de livros, com outros materiais publicados fora do Journal. Oportuniza a visibilidade de modos diferenciados de pesquisa.

Curar significa tecer linhas de pensamento acerca de conceitos ou objetos emergentes sedimentando um terreno que, ao mesmo tempo, permite a oxigenação, tal como ocorre nos pneumatóforos, além de oferecer um terreno onde pousar. Muitas vezes o trabalho de tecer estas relações se dá partindo de conceitos já explorados em aportes teóricos. Mas, por outras, o discernimento é realizado através de metáforas (quase objetivadas como corpos estranhos) em suspensão suscitadas pelos trabalhos. Mesmo que os trabalhos não explicitem as motivações e bases investigativas claramente, esses “corpos” gravitam ou, de maneira contrária, se chocam, em torno de causas e universos que podem ser díspares. 

Aportes teóricos

Aportes teóricos 

Em Aportes teóricos estão alguns textos autorais que resgatam a formulação de um pensamento em torno da criação artística e crítica no contexto dos países que falam português .

Aqui nosso primeiro aporte se refere à produção brasileira entre os anos 1964 e 1969, escrito por Roberto Schwarz.

 

Reading the periphery arquivo de textos críticos sobre o colonialismo na América do Sul

Culture and Politics in Brazil (1964-1969)

O texto de Roberto Schwarz continua a ser atual para entendermos a força dos desdobramentos teóricos e artísticos no Brasil, apesar das rupturas políticas e sociais. O artigo focou a produção artística dos anos de 1964 e 1969, que muito recebeu dos centros de cultura popular de anos anteriores. Analisa como em tempos ditatoriais a produção de artistas e intelectuais continuou a florescer até a imposição do AI5. Alguns grupos ainda resistem, como o Teatro Oficina coordenado por Zé Celso, José Celso Martinez Correia.

one

Artigos de pesquisa

Artigo escrito por Silvia Guadagnini, Sandra Fachinello e Yara Guasque, em 2007, como resultado de grupo de pesquisa e dissertação de mestrado de Silvia Guadagnini.

Entrevistas

Editions:

Nov 12th, 2021